Com os excelentes resultados alcançados, Klabin consolida uma nova fase de crescimento.

O ano de 2013 foi de superação, marcado por mais um período de aumento consecutivo nos resultados e pelo início de uma nova fase de crescimento da Companhia. O volume de vendas de papéis foi 4% superior ao de 2012 e a receita líquida da Companhia evoluiu 10% sobre o ano anterior, favorecida por um cenário de fortes preços internacionais, depreciação do real frente ao dólar e maiores vendas de produtos convertidos.

As atividades da Klabin são desenvolvidas em três grandes Unidades de Negócio: Florestal, Papéis e Conversão. Em 2013, a Companhia manteve seus esforços na redução de custos e no aumento da eficiência, gerando resultados expressivos na Unidade Florestal. Com isso, a evolução do custo caixa unitário permaneceu abaixo da inflação brasileira, mesmo com a taxa de câmbio mais alta, e como consequência, o EBITDA (lucro antes de juros, amortização e depreciação) apresentou crescimento de 16% em relação a 2012.

Os resultados alcançados demonstram a flexibilidade da Klabin para se adaptar a diferentes condições macroeconômicas e, dessa forma, superar as adversidades em momentos menos favoráveis da economia. A Companhia traçou sua estratégia de crescimento, que envolveu investimentos na sua capacidade produtiva de conversão, em novas máquinas de papéis kraft para sacos e reciclados e no desgargalamento de máquinas existentes. Esses projetos, quando concluídos, poderão elevar em cerca de 15% a capacidade atual de fabricação de papéis.

Além disso, o Conselho de Administração aprovou, em junho de 2013, a construção de uma nova planta na cidade de Ortigueira (PR), o Projeto Puma, com capacidade para produzir 1,5 milhão de toneladas de celulose por ano.

A liderança em seus setores de atuação e a busca pela competitividade no mercado continuam a ser marcas importantes da gestão da Companhia, voltada para a geração de valor com base em relacionamentos sólidos e duradouros com os clientes, fornecedores e demais públicos estratégicos.







chamadas_financeiro

*Excluindo madeira.