As receitas de embalagens de papelão ondulado e de sacos industriais cresceram 13%.

Destaque em 2013, o volume de vendas de produtos convertidos totalizou 693 mil toneladas e receita líquida de R$ 2.017 milhões. Em comparação a 2012, o aumento de volume foi de 9%, enquanto a receita apresentou crescimento de 13%. Para atingir esse significativo crescimento, a Klabin manteve sua estratégia de enviar um volume maior de papéis para suas unidades de conversão.

Segundo dados preliminares divulgados pela ABPO, a expedição brasileira de papelão ondulado foi de aproximadamente 3,4 milhões de toneladas de janeiro a dezembro de 2013, 3% acima do ano anterior. Puxados pelo aumento de 44% nos preços de aparas no Brasil em 2013, os preços praticados na venda de papelão ondulado também cresceram, impactando positivamente a receita da Companhia nesse segmento.

Relacionado à unidade de sacos da Klabin, o crescimento das vendas de cimento no Brasil divulgado pelo Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (SNIC) foi de 2% em 2013, quando comparadas com o ano anterior. Em novembro de 2013 entrou em operação a nova máquina de sack kraft, em Correia Pinto (SC), que produzirá papéis com gramaturas mais baixas, possibilitando utilização de menores volumes de papel na confecção de sacos, além da fabricação destes produtos para novos mercados.

Tanto no mercado de sacos industriais quanto no de papelão ondulado, a Klabin utilizou-se de seu bom posicionamento em regiões que mostraram crescimento acima da média nacional, em especial no Nordeste, onde se localiza a fábrica de Goiana (PE). Essa unidade recebeu investimento total de mais de R$ 400 milhões para expansão de suas linhas de sacos industriais e papelão ondulado, além da instalação de uma nova máquina para produção de papel reciclado, que será concluída em 2014.

Conversão

Volume de vendas (mil t)

Created with Highcharts 4.0.1(mil toneladas)201220130100200300400500600700800
Volume de vendas (R$ milhões)

Created with Highcharts 4.0.1(R$ milhões)2012201305001000150020002500




Papelão ondulado

Impulsionada pelo aumento de 44% nos preços de aparas no Brasil em 2013, a receita da Klabin resultante da venda de papelão ondulado também cresceu.

A Companhia tem a maior capacidade nominal instalada de produção de papelão ondulado do País, de 680 mil toneladas/ano, com oito unidades de conversão localizadas de maneira a atender de forma rápida o mercado brasileiro. As embalagens atendem a diversos segmentos da economia, com total proteção aos produtos transportados, e contam com a cadeia de produção certificada pelo FSC® e com fábricas certificadas pela ISO 9001 e ISO 14001. Esse segmento continuou crescendo em 2013, segundo dados preliminares da Associação Brasileira de Papelão Ondulado (ABPO), que apontou aumento 3% na expedição de caixas de papelão.

Com a demanda crescente, observada principalmente na Região Nordeste, a Companhia decidiu aumentar sua capacidade produtiva de papelão ondulado na unidade de Goiana (PE). A expansão contemplou a ampliação da planta de papelão ondulado, que duplicou sua capacidade de produção, atingindo 146 mil toneladas/ano, com a instalação de uma onduladeira.








Sacos

Com três fábricas instaladas no Brasil, duas em Lages (SC) e uma em Goiana (PE), além de uma na Argentina, a unidade tem capacidade produtiva de 145 mil toneladas anuais, equivalente a 95 milhões de sacos/mês. A Klabin é a maior convertedora de sacos industriais no Brasil e oferece produtos que combinam resistência, porosidade e elasticidade do papel extensível de alta consistência, e que atendem aos segmentos da construção civil, de alimentos, químicos e agronegócio, entre outros.

Considerando o cenário de crescimento contínuo na demanda, a Companhia decidiu aumentar sua capacidade produtiva de sacos industriais na unidade de Goiana (PE) dos 7 milhões de sacos/mês para 14 milhões de sacos/mês. Até o fim de 2014, a expectativa é de que a unidade produza 20 milhões de sacos/mês já a partir do segundo trimestre de 2014.

Adicionalmente, no final de 2013, entrou em operação a nova máquina de papéis que produzirá sack kraft em Correia Pinto (SC), a MP23. Seu início de operação foi considerado um sucesso: com apenas 23 dias de funcionamento, a produção diária da MP23 atingiu o nível de capacidade de produção nominal. A nova máquina adicionará 80 mil toneladas anuais à capacidade de papeis da Klabin.

unidade_conversao