Aderência ao Pacto Global

Desde o ano 2000, a Klabin é signatária do Pacto Global, iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) para mobilizar a comunidade empresarial em todo o mundo na adoção de dez princípios que representam valores fundamentais de direitos humanos, relações trabalhistas, meio ambiente e combate à corrupção.

Em 2013, a Klabin contratou consultoria externa para avaliar as ações implementadas pela companhia durante mais de uma década de apoio aos princípios do Pacto Global. Em sua análise, a consultoria aponta a aderência das iniciativas listadas e recomenda a inclusão de ações recentes realizadas e/ou a promoção de melhorias.

A consultoria recomenda, ainda, a publicação da correlação dos indicadores GRI com os princípios do Pacto Global para que todos os stakeholders possam acompanhar a evolução dos temas – Direitos Humanos, Direitos Trabalhistas, Meio Ambiente e Combate à Corrupção – por meio de indicadores de desempenho. Por fim, orienta a Klabin a estabelecer metas para todos os temas, como já ocorre para os indicadores de meio ambiente e de produção.



Princípios do Pacto Global Objetivos do Milênio Ações realizadas pela Klabin Avaliação de Aderência Meta para aderência
Direitos humanos
clip_01

Respeitar
e apoiar os direitos humanos reconhecidos internacionalmente na sua área de influência

clip_02

Assegurar
a não participação da empresa em violações dos direitos humanos

om_01
om_02
om_04
om_05
om_06
• Doações a Fundos da Infância e Adolescência
• Voluntariado e campanhas de doações (agasalho)
• Gerenciamento estratégico de suprimentos – cláusulas socioambientais em contratos de fornecedores
Pontos positivos
• Apoio ao Fundo da Infância e Adolescência e voluntariado e campanhas de doações
• Certificação OHSAS 18001 e Programa Klabin de Excelência em Segurança e Saúde Ocupacional
• Adoção de cláusulas socioambientais (como a proibição de trabalho infantil e forçado)

Recomendações
• Inserção do tema na Política de Sustentabilidade
• Desenvolvimento de uma política de prática salarial da Klabin
• Maior transparência nos acordos sindicais – com definição de processos e procedimentos














Não estabelece

2015


2015
Princípios do Pacto Global Objetivos do Milênio Ações realizadas pela Klabin Avaliação de Aderência Meta para aderência
Direitos do trabalho
clip_03

Apoiar
a liberdade de associação e reconhecer o direito à negociação coletiva

clip_04

Eliminar
todas as formas de trabalho forçado ou compulsório

clip_05

Erradicar
efetivamente todas as formas de trabalho infantil da sua cadeia produtiva

clip_06

estimular
práticas que eliminem qualquer tipo de discriminação no emprego

om_03
om_08
• Código de Conduta
• Certificação OHSAS 18001
• Programa de Gestão da Diversidade e Inclusão
• Programa Klabin de Desenvolvimento
• Acordos sindicais
• Programa Klabin de Excelência em Segurança e Saúde Ocupacional
• Programa Klabin de Qualidade de Vida
Pontos positivos
Estrutura e tópicos abordados no Código de Conduta
• Relatórios das auditorias internas e externas da Certificação OHSAS 18001 e o Programa Klabin de Excelência em Segurança e Saúde Ocupacional
• Existência de programas como o de Desenvolvimento de Competências, de Excelência em Segurança e Saúde Ocupacional; e Qualidade de Vida

Recomendações
• Explicação sobre as medidas tomadas para apoiar os direitos para a liberdade de associação e negociação coletiva
• Maior aprofundamento e detalhamento das ações da Klabin para eliminar o trabalho forçado ou compulsório e para a abolição do trabalho infantil em toda a cadeia de valor.

















2014



2014
Princípios do Pacto Global Objetivos do Milênio Ações realizadas pela Klabin Avaliação de Aderência Meta para aderência
Meio ambiente
clip_07

Assumir
uma abordagem preventiva, responsável e proativa para os desafios ambientais

clip_08

Desenvolver
iniciativas e práticas para promover e disseminar a responsabilidade socioambiental

clip_09

Incentivar
o desenvolvimento e a difusão de tecnologias ambientalmente responsáveis

om_07 • Código de Conduta
Política de Sustentabilidade
• Comitê de Sustentabilidade (formado por executivos da empresa e membros externos)
• Comissão de Sustentabilidade (formada por áreas-chave da empresa)
• Departamento de Sustentabilidade
• Parque Ecológico de Monte Alegre
• Projeto Caiubi
• Programas Protetores Ambientais e Guardiões da Natureza
• Manejo florestal (mosaico e corredores ecológicos)
• Monitoramento de biodiversidade
• Participação no Consórcio para a Proteção Ambiental da Bacia do Rio Tibagi
• Certificação FSC® (Forest Stewardship Council®)
• Certificação ISO 14011
• Adesão a iniciativas externas (Empresas pelo Clima, Diálogo Florestal, Movimento Empresarial pela Conservação e o Uso Sustentável da Biodiversidade, Iniciativa Pró-Alimento Sustentável, Movimento Sou Agro, Ano Internacional das Florestas, Fórum Papelcartão Sustentável)
Pontos positivos
• A criação/estruturação de instâncias de governança de sustentabilidade: área de Sustentabilidade Corporativa; Comitê de Sustentabilidade e Comissão de Sustentabilidade
• As práticas de manejo florestal e monitoramento da biodiversidade
• Certificação ISO 14001 e FSC® (Forest Stewardship Council®)
• Participação voluntária em iniciativas externas

Recomendações
• Inclusão das seguintes ações vinculadas ao Pacto Global: Código de Conduta e Programas Protetores Ambientais; Guardiões da Natureza; e Visitas Monitoradas.

















Imediato
Princípios do Pacto Global Objetivos do Milênio Ações realizadas pela Klabin Avaliação de Aderência Meta para aderência
Anticorrupção
clip_10

Combater
uma abordagem preventiva, responsável e proativa para os desafios ambientais

• Código de Conduta
• Comissão de Ética
• Governança corporativa
• Adesão ao Código de Autorregulação da Abrasca
• Auditoria externa para validação dos dados econômico-financeiros
• Auditoria interna
• Pacto pela Integridade e contra a Corrupção
Pontos positivos
• Destaque para o Código de Conduta, que expressa valores básicos que orientam as decisões e atitudes da Klabin
• Participação da Klabin no Pacto pela Integridade e contra a Corrupção (iniciativa entre Instituto Ethos, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e outras entidades)
• Aderência ao Código de Autorregulação e Boas Práticas das Companhias Abertas da Associação Brasileira de Companhias Abertas (Abrasca)
• Companhia é listada, desde 2002, no Nível 1 de Governança Corporativa da BM&FBovespa*

Recomendações
• Transparência nos relatos de funcionamento da Comissão de Ética e Ouvidoria
• Treinamentos para públicos internos e estratégicos da companhia nos temas “Anticorrupção” e “Políticas Públicas”






















2015


2014


*Atualmente a Klabin evoluiu para o Nível 2 de Governança Corporativa da BM&FBovespa